Amigos

Esta página tem como objetivo lembrar das pessoas que de alguma forma tiveram alguma contribuição com o desenvolvimento e o crescimento deste site

Mário A. G. Leal

Nosso amigo Mário Leal foi o idealizador e o desenvolvedor da primeira versão desse site, criado em 2007 e que se manteve até inicio de 2016. Amante da natureza, Sr. Mário é um dos maiores nomes brasileiros na arte do Bonsai. Em seu viveiro, na cidade de Ribeirão Preto – SP ele realiza anualmente o maior evento de bonsai do Brasil, onde reúne grandes nomes do cenário mundial para demonstrar e discutir tudo sobre Bonsai. É criador e desenvolvedor também do maior site e fórum sobre bonsai do Brasil, o Atelier do Bonsai (www.atelierdobonsai.com.br). Como demonstrador internacional, o sr. Mário já esteve presente em eventos por diversos lugares no mundo, como Peru, Bolívia, Eslováquia, Namíbia, Lituânia, Portugal, etc., sempre apresentando com maestria seu magnífico trabalho na arte do bonsai. É também autor de alguns livros sobre bonsai, como PAISAGEM DE BONSAI – Terra e Água, livro traduzido também para o inglês, ABC DO BONSAI, que é um livro voltado para os iniciantes e que também é utilizado como material didático por diversos professores, e também o livro OSAMU HIDAKA – A História de um Homem e seus Pinheiros-Negros, que conta a história do homem que é o grande Mestre brasileiro do Bonsai. Atualmente, o Sr. Mário recebe uma turma amigos todos os domingos pela manha em seu viveiro em Ribeirão Preto para ensinar, trabalhar e se divertir com o bonsai. Também dedica parte de seu tempo para escrever textos e poesias em seu blog PENSANDO.

Particularmente, temos a honra, o prazer e o privilégio de conviver com o sr. Mário. Todos os domingos nos divertimos e aprendemos bastante com um grande mestre na arte do bonsai e na arte da vida: uma pessoa humilde, alegre e dedicada a ensinar e ajudar as pessoas, o sr. Mário é um exemplo de pessoa e um grande amigo.


 João de Pádua Neves

João de Pádua Neves, residiu em Divinópolis-MG, foi economista e militar aposentado da Aeronáutica.

Em dezembro de 1.996, adquiriu, em Campinas, o livro “Cultivando Bonsai no Brasil”, de Fábio Antakly Noronha, com o qual deu continuidade às poucas noções que tinha sobre esta arte milenar, iniciando o cultivo de Bonsai, comprando todas as revista e livros que encontrava sobre o assunto.
No início do ano 2.000, tornou-se sócio da Ribeirão Preto Bonsai Kai.
Paralelamente, cultivava orquídeas e associou-se a Associação Orquidófila de Divinópolis, em 1994, onde colaborou com a elaboração do Estatuto, participou ativamente na Secretaria, Tesouraria, Livro de Atas, Registro da Associação e transmitindo aos novos associados, por meio de cursos e apostilas, algumas dicas para o cultivo desta maravilha, criada por Deus, que é a Orquídea.
Fez parte da Diretoria, como vice-presidente (1.999 a 2.000) e Presidente do Conselho Fiscal (2.001 a 2.002).
Apaixonado por miniaturas, teve a ideia de associar o cultivo de Bonsai com o de Orquídeas então, juntou o Bonsai (árvore pequena) com a Orquídea (micro orquídea). Há mais de 7 anos vem usando esta união de culturas e, anualmente, nas exposições de orquídeas, em Divinópolis, coloca alguns vasos de pré-Bonsai com micro orquídeas para divulgar as duas artes em uma só.
O resultado foi ótimo. Diversas entrevistas em emissoras de TV e matéria para o jornal “Estado de Minas Gerais” (20.02.05), foram apresentadas.

Nascido em 08/10/1927, em São Sebastião do Paraíso-MG e de faleceu em 08/09/2011 em Divinópolis-MG.
Conforme e-mail recebido de sua filha Ana Lucia Coronado Neves sua apostila (download apostila) continuará a ser distribuída gratuitamente, como era de sua vontade.


Caroline Fighera Vicentini

Nossa amiga, Caroline Fighera Vicentini, de Santa Maria-RS, foi a criadora do banco de dados de orquídea (clique aqui), que tem por objetivo disponibilizar a maior quantidade de imagens das diversas quantidade de espécies de orquídeas existentes através de um trabalho despretensioso e amigo. Este banco de dados ainda não está completo e dependeremos também da colaboração de todos para enviar-nos imagens para acumularmos informações para que todos possam aprender e difundir o conhecimento.