Como evitar doenças nas orquídeas e manter a qualidade das plantas

Desumidificador de ar: Como evitar doenças nas orquídeas e manter a qualidade das plantas

 

A técnica, que utiliza desumidificador de ar, é um método aplicado em orquidários que controla a qualidade da produção e ajuda a evitar doenças nas orquídeas e manter a qualidade das plantas.

 

Com a ajuda da tecnologia, produtores estão conseguindo controlar a qualidade da produção de orquídeas e, assim, garantir plantas bonitas o ano inteiro. O método utiliza o desumidificador de ar para controlar a umidade no ambiente, deixando-a em uma porcentagem que não prejudique a planta e, ao mesmo tempo, impossibilite o surgimento e a propagação de fungos e bactérias.

 

A orquídea se desenvolve em ambientes com alta umidade do ar. Em condições climáticas naturais, a umidade do ambiente geralmente é de 60% a 70%, podendo chegar a 80% (dependendo da época do ano).

 

“Quando a umidade está muito elevada, pode haver propagação de fungos
e bactérias. Então, os desumidificadores são importantes porque ao
baixarmos essa umidade, evitamos o surgimento de doenças nas plantas e
garantindo sua qualidade”, explica o sócio-proprietário da Itapeti Orchids Center, Nelson Kadomoto. A Itapeti roduz mais de um milhão de mudas por ano.

 

Alta umidade do ar: doenças

 

Entre as doenças que podem aparecer estão o aparecimento de manchas, pintas, mofo e ferrugem. Ao impedir o surgimento de doenças, ele também está evitando prejuízos e garantindo aos seus clientes plantas de qualidade.

 

“Além disso, o desumidificador condensa a água presente no ar em forma de vapor em uma superfície fria. A umidade retirada fica retida em um reservatório, que armazena a água que pode ser reutilizada para regar plantas ou para uso doméstico, como limpeza de ambientes”, explica Sven von Borries, diretor da Thermomatic do Brasil, empresa líder no segmento de desumidificadores.

 

Os desumidificadores Desidrat da Thermomatic chegam a retirar até 480 litros de água por dia, dependendo do modelo. Com isso, o produtor garante plantas saudáveis e, ao mesmo, tempo contribui com o meio ambiente, pois estará reutilizando a água.

Vale lembrar que o excesso de umidade do ar prejudica não somente as orquídeas, mas qualquer planta e ser humano.

 

Autorizado pela Silvana Cortez
Thermomatic
www.thermomatic.com.br

3 comentários sobre “Como evitar doenças nas orquídeas e manter a qualidade das plantas

  1. Ola bom dia!
    Eu ganhei uma orquídea “chocolate” do meu namorado, mas nesses dias quentes e com muito sol em sp, minha cachorra derrubou o vaso durante a noite. Por ser no final de semana, só vi o acidente no final da tarde.
    Estou com ela desde março de 2016 super verdinha com folhas firmes e raizes saudáveis. Após o tombo, trouxe ela para dentro de casa e tentei socorrer minha orquídea, mas em 3 dias as folhas amarelaram, cairam umas 3 folhas e os bulbos, antes gordinhos e verdes, estão enrugados e com aspecto doente.
    Estou com medo de não recupera-la pois não tenho o conhecimento necessário. Não tem nenhuma haste desde a floração anterior e as raizes estão pretas e apodrecendo. Poderia me ajudar?!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *